Avançar para o conteúdo principal

Vinho dos Produtores Pequenos

Percebo perfeitamente a sublimação do vinho através do rótulo. Num Portugal com milhares de marcas, mas que apenas alguns têm espaço. Ficam os pequenos, não todos, a tentar posicionar-se e lutar pelas provas, pela presença nas feiras, pelos comunicação em eventos, muitas vezes sem sucesso. Num Portugal onde os eventos de vinho são sempre e irremediavelente dedicados aos grandes produtores, às marcas mais conhecidas, àqueles que não "enganam", ficam para trás vinhos, cujo alcance de comunicação quase não se vê ou ouve falar, porque o investimento é reduzido, absolutamente surpreendentes posso dizer-vos. Os grandes produtores podem sempre pagar a todos aqueles que querem falar e escrever sobre vinho, por isso se fala em todo o lado, nem vou avaliar o grau de conhecimento dos vários que fazem a opinião dos vinhos,  e que se arrastam por esses eventos sempre a falar do mesmo e a beber o mesmo. Não que os vinhos sejam maus, pelo contrario existem vinhos absolutamente fantásticos. Mas os pequenos e os poucos conhecidos, são na minha opinião surpreendentes de bons. Porque ninguém espera nada e não é conhecido e por isso fica o esplêndido em muitos vinhos que provamos e bebemos.
Por isso quando algum pequeno investe no seu rótulo como forma de dizer ao mundo provem-me, compreendo o esforço e acompanho o desafio. Ficam sempre notáveis descobertas, momentos únicos, experiências deliciosas. 
Portugal tem vinho absolutamente divinal. 

Comentários

Mensagens populares deste blogue

O vinho é de todos

Já poucos são os que se deixam intimidar pelas críticas, considerações ou gostos e tendências marcadas pelos escanções ou sommeliers sobre o vinho. Cada vez mais o vinho está a popularizar-se na curiosidade, na experiência e na procura de conhecimento. Muitos são aqueles e aquelas que querem estar no mundo do vinho, fazendo disso a celebração da vida, sem que isso seja uma profissão ou um oráculo a que só uns têm acesso, arriscando compras arrojadas e experimentando vinhos pelas castas, pelas regiões, experimentando sem que isso seja condicionado pelo que vêem ou lêem.
Para a popularidade do vinho contribui a crescente oferta com maior informação e maior acesso. Contribui certamente uma oferta diversificada e sustentada com maior acesso à informação e imagens mais trabalhadas do vinho. Mas sobretudo a qualidade dos vinhos. Os produtores estão cada vez mais activos no processo de criação de um vinho e proximidade com o consumidor, são construtores de marcas sólidas com histórias para co…

Segredos de S. Miguel Reserva 2013

Deixo-vos aqui outro vinho da Herdade de S. Miguel. Já tínhamos provado o Herdade de São  Miguel Branco, com excelente nota. Desta feita o Segredos de S. Miguel Reserva Tinto 2013.
A Herdade de S. Miguel, deste vinho, está situada no concelho do Redondo, no Alentejo. Apresenta-nos nesta marca o Branco, Tinto, Rosé e Reserva Tinto. 
O Segredos de S. Miguel Reserva 2013 é um vinho Reserva Tinto reconhecido mundialmente, uma vez que foi distinguido no concurso mundial de vinho 2014 com uma medalha de prata.
As castas seleccionadas para o Segredos de S. Miguel Reserva 2013 foram Alicante Bouschet, Aragonez, Touriga Franca e Touriga Nacional.
É um vinho com uma cor rubi densa, o aroma é frutado e muito bem estruturado. Na boca no início percebe-se a madeira e baunilha, tem notas de especiarias e de chocolate no final. O final é prolongado e muito suave. Nota: 8.1 (0-10)

Subsídio Tinto 2013

Excelente vinho tinto Alentejano. A trazer orgulho à região do Alentejo, este tinto pertencente à casa Lima Mayer. Com as castas , Alicante Bouchet, Syrah e Cabernet Sauvignon, confere ao vinho tinto estrutura e ao mesmo tempo leveza com muitos toques de frutos o que o torna muito agradável para uma tarde descontraída de Outono. Sente-se a fruta do vinho, quando se bebe existe uma sensação adocicada de cereja, algo prolongado o que faz deste vinho tinto mais suave.  As castas do subsídio no que confere a aromas e sabores conferem sabores intensos, complexos, firmes e muita cor, o que faz do Subsídio Tinto de 2013, um bom vinho que recomendo. Nota: 8.5